Relações do docente-bacharel do ensino superior com o saber didático-pedagógico: dissonâncias e rupturas entre saberes e práticas

Maria Amelia Santoro Franco

Resumo


Frente ao contínuo esgotamento da racionalidade pedagógica que impõe limites estruturais à prática docente, tais como a desnecessidade da reflexividade, da crítica e da dialogia como fundamentos do ato pedagógico, o artigo focará as dificuldades que rebatem nas práticas vivenciadas pelo professor-bacharel do ensino superior, gerando dissonâncias as quais podem impedir a mobilização de saberes em sua prática profissional. Realçará a necessidade da análise coletiva e didática das práticas com vistas a ampliar o sentido e a necessidade dos conhecimentos didáticos, por meio da triangulação entre: a prática realizada; a análise da prática e a teoria da prática.


Palavras-chave


professor ensino superior; didática; prática docente

Texto completo:

PDF

Referências


BEILLEROT, J. L’analyse des pratiques profissionnelles: pourquoi cette expression. Cahiers Pédagogiques. Disponível em < http://www.cahiers-pedagogiques.com/-Publications>- Visto em 2013.

CANDAU, Vera Maria (org.). A didática em questão.1ª ed. Petrópolis: Vozes, 1982

CHARLOT. Bernard. Da relação com o saber: elementos para uma teoria. Porto Alegre: Artes Médicas. 2005.

DEWEY, J. La ciência de la education. Buenos Aires: Losada, 1976.

DURKHEIM, E. Éducation et Sociologie. Paris. PUF, 1985.

FABRE, M. (avec Houssaye J., Hameline D., Soëtard M.) Manifeste pour les pédagogues, Paris, ESF, 2002,p. 113-118.

FRANCO, Maria Amélia Santoro e PIMENTA, Selma. Didática Multidimensional: de la practica collectiva à la construcción de princípios articuladores. In: Patricia Ducoing Watty. (Org.) Epistemologias y Metodologia de la investigatión. México. Editora Universidade Autonoma Tlaxcala. 2014.

FRANCO, Maria Amélia Santoro e PIMENTA, Selma. Didática Multidimensional: por uma sistematização conceitual. Educ. Soc., Campinas, v.1, nº.135,. 2016. pp.539-553.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. A Pedagogia como ciência da educação. In: 24ª Reunião da ANPED, 2001, Caxambu. A Pedagogia e sua multidimensionalidade: diferentes olhares, 2001.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. A práxis pedagógica como instrumento de transformação da prática docente. Anais da XXVIII ANPED. Associação Nacional de Pesquisa em Educação. GT04. CD-ROM. Caxambu. 2005.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Práticas pedagógicas de ensinar-aprender: por entre resistências e resignações. Educação e Pesquisa - Revista da Faculdade de Educação da USP. v.41, p.601 - 614, 2015a.

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Pedagogical Action Research: collaborative practices of empowerment and participation In: Action Research Across Disciplinary Settings: challenges for change and empowerment, 2015, BRAGA. CARN Conference 2015. Porto: Routledge: Taylor and Francis Group, 2015b. v.1. p.1 - 18

FRANCO, Maria Amélia Santoro. Práticas Pedagógicas nas múltiplas redes sociais In: LIBÂNEO e ALVES, Nilda. Doze temas da Pedagogia: as contribuições do pensamento em Currículo e em Didática. 1ª ed. São Paulo: Cortez Editores, 2012, v.1, p. 169-189.

FRANCO, Maria Amélia Santoro: Entre a lógica da Formação e a lógica das práticas: a mediação dos saberes pedagógicos. Educação e Pesquisa, v.34, n.1, jan./abril 2008, p.109-126. São Paulo. 2008.

FRANCO, M. A. R. S. A pedagogia como ciência da educação: entre epistemologia e prática. 257 f. Tese (Doutorado) – Faculdade de Educação, Universidade de São Paulo, São Paulo, 2001.

FRANCO, M. A. R. S. Práticas pedagógicas de ensinar-aprender: por entre resistências e resignações. Educação e Pesquisa, v. 41, n. 3, p. 601-614, 2015

FRANCO, M. A. R. S. Observatório da prática docente. Relatório CNPQ. São Paulo, 2010. 2013

FRANCO, M. A. R. S. Didática: uma esperança para as dificuldades pedagógicas do ensino superior? Revista Práxis Educacional. v. 9, n. 15, p. 147 166, 2013.

FREIRE, P. A educação como prática da liberdade. São Paulo; Paz e Terra, 1979.

FREIRE, P . Pedagogia do oprimido. 24. ed. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1997.

FREIRE, Paulo. Cartas a Cristina. São Paulo. Paz e terra. Rio de Janeiro. 1996.

GENTILI, P.A.A. O discurso da "qualidade" como nova retórica conservadora, no campo educacional. In: GENTILI, P.A.A. & SILVA, T.T. (org.) Neoliberalismo, qualidade total e educação. 2.ed. Petrópolis, Vozes, 1995

HABERMAS, J. Discurso filosófico da modernidade. São Paulo: DIFEL, 2000.

HERBART, Johann F. Pedagogia Geral. Lisboa, Fundação Calouste Gulbenkian, 2003.

MEIRIEU, P. Le choix d'éduquer - éthique et pédagogie, Paris, ESF éditeur, 1ère édition 1991, 9ème édition. 2005.




DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6673.emaberto.29i97.%25p

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Licença Creative Commons
Este obra está licenciado com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.


Em Aberto, Brasília, DF, Brasil. e-ISSN:  2176-6673

Licença Creative Commons A Em Aberto está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasPublic Knowledge Project
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
LatindexBASE