Inclusão educacional, digital e social de mulheres no interior da Paraíba: uma experiência na UFPB

Rita Cristiana Barbosa, Maria Eulina Pessoa de Carvalho, Alejandra Montané López

Resumo


Este artigo discute questões de acesso à educação superior e inclusão digital de mulheres. Os sujeitos são alunas de três cursos de licenciatura na modalidade a distância ofertados pela Universidade Federal da Paraíba (UFPB) Virtual: Letras, Pedagogia e Ciências Agrárias. A pesquisa foi qualitativa e exploratória, focada em perspectiva de gênero, com abordagens documental e empírica. O método empregado consistiu na análise textual discursiva de material composto de vários tipos de narrativas. No marco teórico, utilizaram-se obras de Cecília Castaño, Fúlvia Rosemberg, Rena M. Palloff e Keith Pratt, entre outras. As narrativas coletadas e analisadas indicam que algumas mulheres têm, simultaneamente, acesso ao ensino superior e às tecnologias de informação e comunicação (TIC), por meio da educação a distância (EaD), o que propicia a recriação de suas identidades e seu empoderamento. A EaD pode ser, então, uma porta de inclusão, contribuindo para a diminuição da brecha digital de gênero.

 


Palavras-chave


educação superior; educação à distância; gênero; inclusão.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.99i251.3409

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




 

 

Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons 

Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional


 EdubaseEducaEZ3 - Elektronische Zeitschriftenbibliothek
Hapi OnlineLatindexOEI - Organización de Estados IberoamericanosScielo - Scientific Eletronic Library Online