Antropologia Educacional Histórico-Cultural Alemã: bases teórica e epistemológica

Karina Augusta Limonta Vieira

Resumo


Este artigo apresenta e discute as bases teórica e epistemológica da atual Antropologia Educacional Histórico-Cultural Alemã (AEHCA), tendo duas questões norteadoras: (1) qual é o seu campo de conhecimento e (2) quais são suas bases epistemológicas e teóricas? A AEHCA reconhece a educação como ciência e tem como ponto de partida o ser humano e suas dimensões educacionais, fazendo da educação um campo de conhecimento construtivo e reflexivo por meio de uma abordagem interdisciplinar, transdisciplinar, intercultural e transcultural, aberta a teorias e métodos, o que leva à reflexão sobre o ser humano em si e sua educação.

 


Palavras-chave


antropologia educacional; epistemologia da educação; fundamentos da educação.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.99i252.3497

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project