A construção do ethos como estratégia argumentativa: a polêmica sobre a avaliação da educação superior

Nelci Janete Santos Nardelli

Resumo


Com base na perspectiva teórica da análise do discurso (AD), articulada com estudos da retórica, este trabalho reflete sobre a construção do ethos discursivo que os enunciadores constroem no discurso elaborado pelo Grupo de Trabalho de Política Educacional do Sindicato Nacional dos Docentes das Instituições de Ensino Superior (Andes). Parte-se da hipótese de que ao instituir a obrigatoriedade da avaliação, o que se materializa por meio da promulgação da lei federal que criou o Sistema Nacional de Avaliação da Educação Superior (Sinaes), o enunciador pressupõe o caráter de coerção que as leis impõem sobre os indivíduos, fator que instaura situações de conflitos e, consequentemente, o surgimento do discurso polêmico, o que se comprova a partir das marcas linguísticas observadas, as quais revelam um ethos positivo do enunciador, que se constrói a partir do ethos negativo do Outro.

Palavras-chave


Avaliação; Educação Superior; Discurso

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.90i225.511

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project