Um quinquênio de cotas: as chances de ingresso de negros na Universidade de Brasília

Jacques Velloso, Claudete Batista Cardoso

Resumo


No contexto dos debates sobre as ações afirmativas no ensino superior, o estudo tratou de cotas para negros na Universidade de Brasília (UnB), valendo-se de escores dos candidatos ao vestibular no quinquênio 2004-2008. Duas questões centrais orientaram o estudo: Quais seriam as chances de ingresso de candidatos negros, caso inexistisse o sistema de cotas? Essas chances aumentariam expressivamente caso as vagas oferecidas pela instituição fossem duplicadas? Para responder às perguntas foram feitas simulações das chances de ingresso de negros. As cotas em geral dobraram as chances de aprovação de candidatos negros na UnB, mas os resultados não sustentaram a tese de que um forte aumento nas vagas poderia substituir as cotas e, ao mesmo tempo, sinalizaram para a relevância de políticas universalistas voltadas para a educação básica.

Palavras-chave


ações afirmativas; sistema de cotas; chances de ingresso; educação superior; Universidade de Brasília

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.92i231.527

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project