As parcerias público-privadas para a oferta de vagas na educação infantil: um estudo em municípios paulistas

Raquel Fontes Borghi, Theresa Adrião, Teise Garcia

Resumo


Apresenta resultados de pesquisa que teve por objetivo analisar a natureza e as consequências de parcerias firmadas entre o poder público municipal e as instituições privadas de educação infantil. Foram realizados estudos de caso em sete municípios do Estado de São Paulo, com parcerias em vigência no período de 1997 a 2006. A partir dos estudos de caso foi possível identificar regularidades e diferenças no que se refere a: implicações da parceria para a normalização e instâncias decisórias no âmbito da política municipal; alterações na organização da administração municipal; gastos efetuados pelos municípios; e indicadores educacionais. Os resultados evidenciaram uma diferenciação entre os tradicionais convênios e as novas parcerias que são realizadas, principalmente, com instituições privadas stricto sensu.

Palavras-chave


parcerias; público-privado; educação infantil

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.92i231.534

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project