A expansão do ensino médio e a educação de jovens e adultos: alternativa negligenciada de democratização?

Candido Alberto Gomes, Beatrice Laura Carnielli, Isolêta Rodrigues Assunção

Resumo


Caracteriza a expansão recente do ensino médio por meio do ensino regular e da educação de jovens e adultos (EJA), investigando os efeitos da elevação do limite etário para a conclusão do curso via EJA. Para isso, considera que a educação é internamente estratificada, com uma hierarquia de currículos e modalidades educacionais, conforme seu prestígio e possibilidades ocupacionais e sociais. Analisa os dados dos últimos censos escolares e conclui que o crescimento das matrículas, via EJA, foi mais rápido que no ensino regular; porém, partindo de uma base muito menor. No entanto, no quadro retratado pelos censos escolares, que abrange parte da EJA, o ensino regular tem permanecido uma preferência expressa dos alunos com distorção série/idade, tendo-se indícios de uma competição entre a EJA e o ensino regular noturno. Possivelmente, em virtude do seu menor prestígio social, de limitações qualitativas e resistências do mercado de trabalho, a EJA pode estar deixando de contribuir, com a sua flexibilidade, para maior democratização educacional.

Palavras-chave: ensino médio; educação de jovens e adultos; democratização da educação; distorção série-idade; ensino noturno.



Abstract

This paper focuses the recent expansion of secondary education by means of regular and adult education. Since there is a high degree of age-grade distortion in its population, this work studies the effects of the reduction of age limit allowed for students application for adult education. Its framework emphasizes that education is socially stratified, resulting in a hierarchy of curricula and alternatives on the basis of social prestige and occupational and social perspectives. School Census data reveal that the expansion in adult education enrolment was faster in 1998-2002 than in regular education, although the absolute number of students in the former was small. Therefore, despite legal change, even older students have preferred regular education, suggesting competition between regular night school and adult education. Probably, as a result of lower social prestige, lower quality and limited acceptance by the labor market, adult education has been a neglected alternative for educational democratization, in spite of its flexibility.

Keywords: secondary education; adult education; educational democratization; age-grade distortion; night school.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.85i209-10-11.874

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project