As razões das diferenças de desempenho acadêmico na América Latina: dados qualitativos do Brasil, Chile e Cuba

Martin Carnoy, Amber K. Gove, Jeffery H. Marshall

Resumo


Apresenta os resultados de uma análise de práticas de ensino, utilizando dados do Brasil, do Chile e de Cuba. Esses dados incluem fitas de vídeo de 10 a 12 aulas de matemática para a 3ª série de cada país. Cada fita foi analisada mediante um instrumento de observação que enfoca a estrutura da turma, seu nível de engajamento e outros indicadores de processo. Adicionalmente, foi utilizado um sistema de mensuração do nível de conteúdo, visando entender o conceito da aula, o nível de demanda cognitiva e a interação entre a professora e a turma. Em conjunto, esses dois instrumentos são utilizados para aprofundar a análise das variações na pontuação obtida nos testes por Cuba e pelos demais países latino-americanos. Os resultados revelam diferenças significativas entre as aulas observadas nos três países, tanto em relação às práticas adotadas pelos professores no manejo das classes, quanto no que diz respeito à dificuldade relativa dos conteúdos abordados. As aulas cubanas e as aulas das escolas privadas conveniadas do Chile se destacaram positivamente em comparação com aquelas observadas nas escolas brasileiras e nas escolas públicas chilenas.

Palavras-chave: práticas de ensino; educação matemática; ensino fundamental; educação comparada; Brasil, Chile, Cuba.



Abstract

The paper presents the results of an analysis of teaching practices, using data of Brazil, Chile and Cuba. Those data include videos from 10 to 12 mathematics classes for to 3rd grades of each country. Each video was analyzed by means of an observation instrument that focuses the structure of the group, the engagement level and other process indicators. In addition, a system of content level was used, seeking to understand the concept of the class, the level of cognitive demand and the interaction between the teacher and the group. Those two instruments are jointly used to deepen the analysis of the variations in the punctuation obtained in the tests by Cuba and by the other Latin-American countries. The results reveal significant differences among the classes observed within the three countries, so much in relation to the practices adopted by the teachers in the handling of the classes, as in what concerns the relative difficulty of the approached contents. The Cuban classes and the classes of private schools in Chile stood out positively in comparison with those observed at the Brazilian schools and at Chilean public schools.

Keywords: teaching practices; mathematics teaching; basic education; comparative study: Brazil, Chile, Cuba.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.24109/2176-6681.rbep.84i206-07-08.886

##plugins.generic.alm.title##

##plugins.generic.alm.loading##

Metrics powered by PLOS ALM

Apontamentos

  • Não há apontamentos.





Rev. Bras. Estud. Pedagog., Brasília, DF, Brasil. e-ISSN: 2176-6681

Licença Creative Commons A Revista Brasileira de Estudos Pedagógicos está licenciada com uma Licença Creative Commons Atribuição-NãoComercial 4.0 Internacional.

 

EdubaseDiadorim - Diretório de Políticas Editoriais das Revistas Científicas BrasileirasLatindex
EZ3 - Elektronische ZeitschriftenbibliothekOEI - Organización de Estados IberoamericanosIbict
Public Knowledge ProjectDOAJ - Directory of Open Access JournalsREDIB - Red Iberoamericana de Innovación y Conocimiento Científico
 Public Knowledge Project