Percepção do docente e o Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC): um estudo de revisão integrativa

Palavras-chave: educação inclusiva; percepção docente; transtorno da habilidade motora.

Resumo

O Transtorno do Desenvolvimento da Coordenação (TDC) refere-se ao prejuízo acentuado no desenvolvimento da coordenação motora do indivíduo, dificuldade que interfere no desempenho de atividades diárias e escolares. A percepção do docente sobre os alunos e suas dificuldades tem relevância fundamental, pois permitirá a promoção de estratégias que o auxiliem a lidar com os problemas que estes enfrentam na escola. Objetiva-se, neste artigo, verificar a existência de estudos envolvendo a percepção docente sobre o aluno, relatar quais instrumentos de coleta de dados, abrangendo a percepção docente, foram utilizados e identificar estudos que tratam da percepção docente sobre adolescentes com TDC. Como metodologia, recorremos à revisão integrativa, pois inclui a análise de pesquisas relevantes que dão suporte para a tomada de decisão. O protocolo incluiu a escolha de bases de dados para realizar a busca, a seleção de palavras-chave e critérios de inclusão e exclusão para os estudos encontrados durante recorte temporal entre 1999 e 2019. Os resultados mostraram 1.535 arquivos sobre o tema na busca geral, dos quais destacamos 11 trabalhos relevantes, considerando a clareza e o detalhamento das informações acerca da metodologia e dos instrumentos utilizados. Verificamos a inexistência de estudos realizados no Brasil no tocante à percepção do docente sobre estudantes com TDC, o que justifica a necessidade de investimento nessa temática.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Samia Darcila Barros Maia, Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Manaus, Amazonas, Brasil.

 Mestra em Educação pela Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Manaus, Amazonas, Brasil

 

Cleverton José Farias de Souza, Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Manaus, Amazonas, Brasil.

Doutor em Educação Física pela Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, São Paulo, Brasil.

Lúcio Fernandes Ferreira, Universidade Federal do Amazonas (Ufam). Manaus, Amazonas, Brasil.

Doutor em Educação Física pela Universidade de São Paulo (USP). São Paulo, São Paulo, Brasil.

 

Publicado
13-08-2021
Seção
Estudos