A complexa relação humana no espaço escolar: o que indisciplina, currículo e cultura têm a nos revelar?

Palavras-chave: diálogo; escola básica; interculturalidade.

Resumo

Este artigo é resultado de uma pesquisa qualitativa-descritiva, autorizada pelo Comitê de Ética em Pesquisa da Universidade Federal Fluminense, de acordo com o parecer consubstanciado nº 2.112.310, realizada em duas escolas da cidade de Nova Iguaçu, no estado do Rio de Janeiro, que trazia como objetivos identificar as impressões de professores e alunos sobre indisciplina discente e cultura no espaço escolar, bem como observar os atos indisciplinares e analisar a importância de diálogos interculturais na diminuição de conflitos. Utilizando como referencial teórico Barreto (2018), Caldeira (2007), Silva (2020), Freire (2016), Tardif (2014), Candau (2012) e Walsh (2009), foram abordados os eixos indisciplina, currículo e cultura no cotidiano da escola básica e as relações desenvolvidas entre docentes e discentes. Como instrumentos foram empregados observação de campo, análise documental e entrevista semiestruturada com 6 professores e 20 alunos dos 7º e 9º anos do ensino fundamental, envolvidos em situação de conflito e indisciplina nas práticas de sala de aula. A triangulação dos dados obtidos ao longo da empiria revelou a necessidade de serem construídos diálogos interculturais por meio de práticas curriculares flexíveis e plurais que viabilizem construções pedagógicas de reconhecimento e valorização dos diferentes sujeitos em suas origens étnico-histórico-culturais, dirimindo situações de conflito e contribuindo, assim, para um processo de ensino-aprendizagem exitoso.

 

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosane Barreto Ramos dos Santos, Instituto Oswaldo Cruz (IOC/Fiocruz). Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil.

Mestra em Diversidade e Inclusão pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.

Paulo Pires de Queiroz, Universidade Federal Fluminense (UFF). Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.

Doutor em Filosofia e Humanidades pela Columbia Pacific University /USA – Título reconhecido pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Niterói, Rio de Janeiro, Brasil.

Publicado
13-08-2021
Seção
Estudos