Estudantes indígenas em universidades brasileiras: um estudo das políticas de acesso e permanência

  • Maria Bergamaschi Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Michele Doebber Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS
  • Patricia Brito Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Resumo

Este artigo aborda a presença indígena no ensino superior brasileiro baseado em pesquisa em universidade que executa política afirmativa para ingresso e permanência de estudantes indígenas. Analisa também teses e dissertações, distribuídas em diferentes programas de pós-graduação, que tematizam o ingresso de estudantes indígenas (implantação de políticas de acesso, processos seletivos para ingresso) e questões relacionadas à sua permanência na universidade (programas de apoio financeiro e pedagógico, relação institucional com os estudantes, ações de acompanhamento e promoção da permanência). O acompanhamento dos estudantes considerou os depoimentos e a convivência com estudantes indígenas no espaço acadêmico. Dados mostram que a presença indígena no ensino superior oferece possibilidades de autorreflexão sobre as práticas pedagógicas da instituição de ensino superior e seu papel social. Também apontam que a permanência dos estudantes indígenas é um grande desafio para universidades e que diálogo e postura receptiva aos conhecimentos originários podem ser o primeiro passo para efetivar processos de interculturalidade no ensino superior. 

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
09-05-2018
Seção
Estudos