• v. 1 n. 1 (1944)

    A REVISTA BRASILEIRA DE ESTUDOS PEDAGÓGICOS não pretende ser apenas nina revista a mais no rol, felizmente já numeroso, de nossas publicações periódicas educacionais. Apresenta-se como órgão oficial dos estudos e pesquisas peda-gógicas do Ministério da Educação. Seu papel será reunir e divulgar, pôr em equação e em discussão não apenas os mas gerais da pedagogia mas sobretudo os problemas pedagógícos especiais que se deparam na vida educacional de país.

  • v. 1 n. 2 (1944)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • A. CARNEIRO LEÃO, A educação para o após-guerra
    • PADRE LEONEL FRANCA, S. J., As universidades e a defesa da civilização ocidental
    • EMILIO PLANCHARD. Aspectos atuais da psicologia e pedagogia do trabalho
    • M. MARQUES DE CARVALHO, Aspectos do ensino numa universidade norte-americana
    • ELISA DIAS VELLOSO, A apresentação das questões nas provas de nivel mental

    Orientação pedagógica:

    • LOURENÇO FILHO, Modalidades de educação geral

    Documentação:

    • I Conferência de Ministros e Diretores de Educação
    • Bibliografia pedagógica brasileira (1901-1930)

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de maio
    • Informação dos Estados
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Heloisa Marinho, A linguagem no pré-escolar; Juan Mantovani, La educación y sus tres problemas; Julio Pretto, El desarollo somatometrico de los escolares en Lima; Leis do ensino primário

    ATRAVÉS DAS REVISTAS E JORNAIS: Fr. Sebastião Tauzin, Universidade, escola de mestres; Walter Barioni, Aperfeiçoamento de professores primários; Evasão escolar; A tuberculose e o estudante; Instrução e trabalho; Everardo Backheuser; A campanha do livro no Brasil; O analfabetismo, calamidade pública

    Atos oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Decreto-lei n.º 6.660, de 5-7-944; Decreto-lei n.º 6.679, de 13-7-944; Decreto-lei n.º 15.989, de 22-6-944; Decreto-lei n.º 11.299, de 13-1-943
  • v. 1 n. 3 (1944)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • CESÁRIO DE ANDRADE, A Proteção da Visão dos Escolares 
    • GERMANO JARDIM, A Coleta da Estatistica Educacional 
    • ALVARO NEIVA, A Escola Secundária e a Formação de Atitudes Democraticas 
    • HELOISA MARINHO, Assuntos Predominantes na linguagem do Pré-Escolar 
    • ALCIMAR TERRA. A escola primária e a aritmética

    Orientação pedagógica:

    • LOURENÇO FILHO, Programa mínimo

    Documentação:

    • O Congresso de Instrução Superior e Secundária em 1922
    • Bibliografia Pedagógica Brasileira (1931 a 1940)

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de junho
    • Informação dos Estados
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Benjamin Claro Velasce, Projecto de Lei Orgánica de los Servicios Educacionales; Ofélia Boisson Cardoso, Ensinar e apren- der: Anais do 1." Congresso Nacional de Saúde Escolar; Infancia excepcional, Relatório da Sociedade Pestalozzi, de Belo Horizonte 465

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: Paal Arbousse-Bastide, O elogio do auto- didata: Os menores e a guerra; Paulo Sonnewend. Os livros ca aula preleção; Alice no país das Maravilhas; Pedro Timono, Novos rumos do ensino juridico; Escolas e imigrantes: A. Gavi Gonzaga, Flagelos Sociais

    Atos oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Portaria n." 357, de 26-7-944
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL: Decreto n.º 1.847, de 14-7-844, do Estado do Rio de Janeiro
  • v. 2 n. 4 (1944)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • RAUL BRIQUET — Instrução pública na Colônia c no Império (1500-1889)
    • DONALD PIERSON — Estudo e ensino da sociologia
    • CARLETON WASHBURNE — A pesquisa na educação
    • JACYR MAIA — Provas para seleção de calculistas
    • CELSO KELLY e LOURENÇO FILHO — A "Arte Moderna" educa?

    Documentação:

    • Movimento geral do ensino no período de 1932 a 1942
    • X Congresso Brasileiro de Geografia
    • Bibliografia Pedagógica Brasileira (1941 e 1942)
    • Vida educacional:
    • A educação brasileira no mês de julho
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro 

    BIBLIOGRAFIA: The education of the adolescent; Raul Briquet, Palestras e conferên cias; Isaias Alves, Dados de psicologia da criança

    ATRAVÉS DAS REVISTAS E JORNAIS: Ensino e democracia; Costa Rêgo, O aperfeiçoamento do ensino indus trial; Congressos de diretores de ensino; Sylvio Rabello, A propó sito de escolas; Recenseamento universitário em Porto Alegre; Renato Vieira de Melo, Um mestre; Os novos Territórios e a ta refa de educar; Ensino primário

    Atos oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Decreto-Lei n. 6.785, de 11-8-944; Decreto n. 16.448, de 24-8-944; Portaria Ministerial n. 384, de 16-8-944; Portaria Ministerial nú mero 385, de 16-8-944; Portaria Ministerial n. 386, de 16-8-944; Portaria Ministerial n. 387, de 17-8-944; Portaria Ministerial nú mero 388, de 18-8-944
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL:Decreto-Lei n. 14.135, de 17-8-944, do Estado de São Paulo
  • v. 2 n. 5 (1944)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Discurso pronunciado pelo Ministro GUSTAVO CAPANEMA na solenidade de inauguração da Escola Técnica Nacional

    idéias e debates:

    • Lourenço Filho. A Margem dos "Pareceres" de Rui sobre o ensino
    • John L. CHILDS, Democracia e método educacional
    • Rui GUIMARÃES DE ALMEIDA. A política de educação de Alberto Torres
    • Germano JARDIM. A coleta da estatística educacional
    • MILTON HA SILVA RODRIGUES. A Faculdade de Educação da Universidadede Harvard
    • PAULO ARBOUSSE-BASTIPE. A disciplina na escola secundária
    • A educação na China

    Documentação

    • Uma investigação sobre jornais e revistas infantis
    • XX Aniversário da Associação Brasileira de Educação
    • Bibliografia pedagógica brasileira (1943)
    • educacional
    • A educação brasileira no mês de agosto
    • Informação do pais
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Paulo Arbousse-Bastide, Formando o homem; Alceu Amoro so Lima, Humanismo pedagógico

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: Emílio Willems, As possibilidades de in tervenção educativa nas culturas sertanejas; Democratização do en sino; Antônio d'Avila, Jornalismo escolar; A Universidade Rural; O. Campofiorito, O desenho nas artes

    Atos oficiais

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL:Decreto-lei n.° 6.890, de 21-9-944; Decreto-lei nú mero 6.896, de 23-9-944; Decreto-lei n.° 6.897, de 23-9-944; Circular n.° 6, de 20-9-944, da Divisão do Ensino Secundário; Portaria n.° 899, de 25-8-944, do Presidente do D. A .S. P. ; Instruções para o concurso de Técnico de Educação
    • ATOS DO DISTRITO FEDERAL : Resolução n.° 8, de 22-8-944, da SecretariaGeral de Educação e Cultura da Prefeitura do Distrito Federal
  • v. 2 n. 6 (1944)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Ideias e debates:

    • JOSÉ AUGUSTO, Política americana de educação
    • DJACIR MENEZES, Sumário histórico da educação no Estado do Ceará
    • REGINA M. REAL, OS museus de arte na educação
    • ERNESTO DE SOUZA CAMPOS, O problema do assistente nas instituições deeducação superior
    • MOISÉS GICOVATE, A geografia e o professor

    In memoriam:

    • F. VENÂNCIO FILHO, Jônatas Serrano, educador

    Documentação:

    • Uma investigação sobre jornais e revistas infantis e juvenis (II)
    • Construções escolares no Estado do Rio Grande do Sul
    • Instituto Nacional de Cinema Educativo
    • Serviço de Rádio-Difusão Educativa do Ministério da Educação

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de setembro
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Saul de Navarro, O Mundo que vai nascer: Amaro J. T.América, A seleção pela idade na vida do imaturo

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS:Artur Ramos. Esplendor e decadência da palmatória; Visando a obra de reconstrução espiritual; Ensino e experimentação; Olívio Montenegro, O professor; Celso Kelly, Vinte anos de ideal; Nogueira dr Matos, Democracia e educação; Assis Memória, O cinema e a difusão cultural

    Atos Oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Decreto n.° 16.915, de 20-10-944; Regimento Interno do S. E. E. S.; Circular n.º 2, de 17-6-944, da Divisão de Ensino Comercial; Portaria Ministerial n.° 468, de 13-10-944
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL:Decreto n.° 1.252, de 27-10-944, do listado do RioGrande do Sul

    Colaboradores do II volume

    Índice do II volume

  • v. 3 n. 9 (1945)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • BERNARDO A. HOUSSAY, A universidade e a investigação científica
    • CELSO KELLY, A educação c o após-guerra
    • MOYSÉS Gitovate, Estudo e ensino da Antropogeografia ou Geografia Humana (Geografia Antrópica) 
    • FARIA GÓIS SOBRINHO, Aspectos biológicos do crescimento mental
    • INEZÍL PENA MARINHO, História da educação física no Brasil — I. Período Colonial

    Orientação Pedagógica

    • O moderno ensino da higiene

    Documentação

    • Fundo Nacional de Ensino Primário e Convênio Nacional de Ensino Primário 

    Vida educacional

    • A educação brasileira no mês de dezembro de 1944
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro 

    BIBLIOGRAFIA: W. Rex Crawford, A Century of Latin American Thought; Guerreiro Ramos, Aspectos sociológicos da puericultura

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS : Astério de Campos, Porque mentem as crianças; Beni Carvalho, Concursos no ensino superior; Federação das Forças educativas; Paulo Sonnewend, Excursões escolares

    Atos Oficiais

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Portaria n.° 20, de 16-1-945, do Ministro da Agricul tura — Dispõe sôbre bolsas de estudos destinadas a alunos das Esco las Nacionais de Agricultura e de Veterinária
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL: Decreto-lei n.° 14.550, de 21-2-945, do Estado de São Paulo — Cria o Serviço de Ensino e Seleção Profissional junto a estradas de ferro de propriedade e administração do Estado

    Colaboradores do III volume

    índice geral do III volume

    índice alfabético do III volume

  • v. 4 n. 10 (1945)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • FRANK W. CYR, A educação rural nos Estados Unidos
    • JUAN MANTOVANI, Ilusões e realidade do mundo pedagógico
    • LOURENÇO FILHOeARMANDO HILDEBRAND,São necessários os examesescolares
    • INEZIL PENA MARINHO, História da educação física no Brasil. II. O Império

    Documentação:

    • O vacabulário mais freqüente na leitura comum do adulto
    • I Congresso Internacional de Educação Católica

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de janeiro de 1945
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Vocational Technical Training for Industrial Occupations, U. S. Office of Education; Instituições educacionais do Canadá. do Ministério do Comércio do Canadá

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: José Anibal M. Machado, Lamartine Delamare, educador de gerações; Dra. Betti Katzenstein, Crianças sem jogos; A reforma do ensino médico na Inglaterra

    Atos oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Portaria n.° 77, de 19-2-945, do Ministro da Agricultura — Baixa instruções para o funcionamento do curso avulso de Reflorestadores; Portaria n.° 78 de 19 2-945, do Ministro da Agricultura — Baixa instruções para o funcionamento do curso avulso de Jardinagem
    • LEGISLAÇÃO DO DISTRITO FEDERAL: Ordem de serviço N.° 2, do diretor do Departamento de Difusão Cultural da Secretaria Geral de Educação e Cultura — Baixa instruções sôbre a organização de um Curso de Orientação do Ensino Elementar para Adultos; Resolução N.° 5, do Secretário Geral de Educação e Cultura do Distrito Federal — Cria, em caráter experimental, uma colônia de férias na ilha de Paquetá
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL: Decreto-lei N.° 14.553, de 22-2-945 — Baixa Regulamento para o Concurso de ingresso ao cargo de Adjunto de Grupos Escolares Rurais do Estado de S. Paulo
  • v. 4 n. 11 (1945)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • EMÍLIO WILIEMS, Assimilação e educação
    • EVERARDO BACKHEUSER, Inquérito sobre as qualidades do professar
    • HELOISA MARINHO, O vocabulário ativo na criança pré-escolar 
    • JOÃO LUDERÍTZ, Passado o presente de nosso ensino industrial
    • GERMANO JARDIM, A coleta da estatística educacional (III)
    • INEZIL PENA MARINHO, História da Educação Física no Brasil — III. República (1ª fase)

    Documentação :

    • Escola Prática de Agricultura do Estado do Espírito Santo
    • Bibliografia Brasileira de Educação, Ano de 1944
    • Os problemas da saúde na escola

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de fevereiro de 1945
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: Ministério da Educação, O ensino no Brasil em 1938; Edgar de Carvalho Neves, Novo organização dos serviços de Saúde; Ministério de Educación Nacional (Colômbia), La extensión cultural en 1944

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: Adolf Berle Jr., Roosevelt na educação e na cultura americanas; Afranio Peixoto. Mestre, humanidade; Roquette Pinto, Um cavaleiro do Graal; A. Carneiro Leão, Roosevelt.  Apóstolo e mestre de educação democrática; Abgar Renault, A obra Roosevelt; William Rex Crawford, Roosevelt foi mais que um líder; M. A. Teixgua.de-Freitas, Franklin Delano Roosevelt; John E. Englekirk, Roosevelt e a juventude dos Estados Unidos; Lourenço Filho, Roosevelt educador do mundo; Arthur Ramos, Roosevelt e a educação da Iiderança; Hermes Lima, O idealismo de Roosevelt; Raul J. Bittencourt. As três lições de Roosevelt; Francisco, Venâcio Filho, Roosevet.^Mestrc da paz; Celso Kelly, Mestre da energia e da vontade; Paschoal Leme ideais de Roosevelt e os educadores; Aracy Muniz  Freire, Roosevelt orientador

    Atos oficiais:

    • LEGISLAÇÃO FEDERAL: Decreto-lei n.° 7.399, de 19-3-945 — Prorroga, por dois anos, a locação de imóvel  ocupado por estabelecimento de ensino; Portaria Ministerial n.° 204, de 5-4-945 — Fixa os critérios para a determinação da remuneração condigna dos professores de estabelecimentos particulares de ensino; Portaria Ministerial n.° 204-A, de 5-4-945 — Autoriza aos estabelecimentos particulares de ensino a cobrança de uma cota de inscrição em prova final; Portaria n.° 135, de 14-3-945, do Diretor Geral do D.N.E. — Regula o regime de aulas de instrução pré-militar; Portaria Ministerial n.° 165, de 27-3-945 — Aprova instruções expedidas pelo Reitor da Universidade do Brasil
    • LEGISLAÇÃO ESTADUAL: Regulamento da Escola Normal Rural, do Estado do Pará, aprovado pelo Decreto n.° 242, de 3-3-945
  • v. 11 n. 29 (1947)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • LOURENÇO FILHO, A Campanha de Educação de Adultos
    • OSCAR CLARK, Jardins de infância
    • AUGUSTO BRACET e ENOCH DA ROCHA LIMA, A posição do ensino de desenho no curso secundário
    • SHERMAN DICKISON, A educação agrícola nos Estados Unidos
    • MARGARET HALL, Clínica para os defeitos da fala

    Documentação

    • Campanha de Educação de Adultos
    • Autonomia para a educação na Bahia

    Vida educacional :

    • A educação brasileira no mês de abril de 1947
    • A educação brasileira no mês de maio de 1947
    • Informação do país
    • Informação do estrangeiro

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: As crianças na arte da pintura; Henri Wallon, A reforma do ensino na França e na Polônia; Lin Yutang, A China luta contra o analfabetismo; Couto e Silva, Afrânio Peixoto, Professor de medicina; Teobaldo Miranda Santos, A educação e a profissão; Luis de Almeida, Fundamentos educativos da moral social; Belti Katzenstein Nas entrelinhas de um congresso infantil-juvenil

    Atos oficiais:

    • ATOS DA ADMINISTRAÇÃO FEDERAL: Regimento da Faculdade Nacional de Medicina da Universidade do Brasil
  • v. 11 n. 30 (1947)

    SUMÁRIO

    Editorial

    Idéias e debates:

    • HELENA AXTIPOFF. AS duas atitudes
    • Pela reforma da escola secundária
    • BETTI KATZENSTEIN, Relações humanas num congresso infanto-juvenil
    • WILLARD S. ELSBREE, A educação primária nos Estados Unidos .

    Documentação

    • IX Conferência Internacional de Instrução Pública
    • A estrutura da educação pública do Canadá
    • O ensino secundário e normal no Estado de São Paulo em 1946

    Vida educacional:

    • A educação brasileira no mês de junho de 1947
    • A educação brasileira no mês de julho de 1947 Informação do país Informação do estrangeiro

    BIBLIOGRAFIA: George D. Stoddard, The Meaning of Inteligence; Santiago Ramon y Cajal, Regras e Conselhos sôbre a Investigação Científica

    ATRAVÉS DE REVISTAS E JORNAIS: A. dc Sampaio Dória, Educação Nacional; Renato Kchl, Mestres do futuro; Oscar Clark, O papel da escola primária; Artur Torres filho, Aptidões profissionais; Ernesto de Sousa Campos, O Visconde de S. Leopoldo e a Universidade; Tenbaldo Miranda Santos, Como estudar a adolescência

    Atos oficiais:

    • ATOS DA ADMINISTRARÃO FEDERAL: Lei n. 57. de 6 de agosto de 1947 — Permite a fixação de época especial para prestação de provas; Regi-mento da Escola Nacional de Minas e Metalurgia
1-52 de 253