O que avalia a prova do Enade de Química? Uma proposta de análise em termos de operações cognitivas

Palavras-chave: Enade-Química; nível cognitivo de dificuldade; processo cognitivo.

Resumo

O Exame Nacional de Desempenho dos Estudantes (Enade) busca avaliar o rendimento dos concluintes dos cursos de graduação em termos de conteúdos programáticos e competências adquiridas durante a formação no ensino superior. Além disso, um dos seus objetivos consiste em contribuir com elementos aos cursos de graduação ao disponibilizar informações pertinentes relacionadas ao exame. Concretamente, interessa-nos analisar as questões em função de um novo critério: as operações cognitivas exigidas pelos graduandos ao resolverem as questões do Enade e possíveis elementos que podemos inferir dessa análise. Para tanto, foi necessário elaborar um roteiro com base nos documentos emitidos pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) e também de acordo com a análise orientada à luz de taxonomia própria das operações cognitivas. Entre os principais resultados, destacamos que, nas provas de 2014 e 2017, poucas questões são de competência específica para o curso de bacharelado; existe disparidade quanto ao nível cognitivo de dificuldade; e há uma desproporção entre as áreas de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Gorette Lima da Silva , Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.

Doutora em Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Natal, Rio Grande do Norte,
Brasil.

Fernanda Marur Mazzé, Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). Natal, Rio Grande do Norte, Brasil.

Doutora em Ciências pela Universidade de São Paulo (USP). Ribeirão Preto, São Paulo, Brasil.

Publicado
31-12-2020
Seção
Estudos